terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

Helles X Pilsen

Neste post vou tentar mostrar grandes diferenças em cervejas que parecem iguais, são elas, Pilsen Tcheca e Bavarian Helles.

Provavelmente, a cerveja Helles já era produzida em Munich antes da cidade de Pilsen produzir sua cerveja, isto porque em Pilsen eles tinham todos os ingredientes necessários à produção da cerveja Pilsen, exceto o fermento de baixa fermentação.



Bier garten em Munich.

Este fermento foi trazido de uma cervejaria de Munich para que fosse possível fazer a primeira batelada do estilo de cerveja que dominaria o mundo. Porém, tanto a Pilsen como a Helles são fabricadas basicamente com água, malte claro, lúpulo floral e fermento lager, o que então as difere?

A água de Munich é moderadamente dura, fazendo com que ressalte o amargor do lúpulo, escurece a cor da cerveja e aumenta a sensação de corpo, com isso, é notado que todas as cervejas da Bavária possuem um amargor médio, eles são precavidos com a adição de lúpulo, o IBU normalmente varia de 15 a 25, se compararmos a cor da Helles com a Pilsen, a cerveja Bávara é sempre um pouco mais escura.

Já na cidade de Pilsen a água tem dureza muito baixa, favorecendo a alta lupulagem, deixando a cerveja bem clarinha e bastante leve.


Plantação de lúpulo.

Mas não é apenas a água que influencia nestes estilos, a grande estrela da cerveja Pilsen Tcheca é o aroma floral de lúpulo Saaz, característica fundamental para o estilo, além dos 35 a 45IBU, que passa desbercebido, suave; na Helles o lúpulo também traz características florais, mas de outra região, ele deve ser de Hallertauer, todas as Helles que já bebi possuíam lúpulo desta região, pouquíssimas se arriscam fora dela, daí a outra opção é Spalt, raramente. Pra mim, quando você fala Helles vem na minha cabeça o aroma e o sabor de Hallertauer e Pilsen a delicia do floral do Saaz.

Ambas as cervejas usavam a tripla decocção na mostura, coisa que atualmente esta ficando cada vez mais raro. Outra coisa em comum nos estilos é a leveza de ambas, são cervejas para beber em quantidade.

Vale lembrar que existem cervejas Pilsen em todos os países que produz cerveja, porém normalmente, com menos lúpulo e mais leve, como é o caso das comerciais brasileiras, talvez seja o único estilo de cerveja que cada país fez a sua adaptação, mas isto será assunto para um outro post.

Faz um ano que minha receita da Bamberg Helles esta pronta, mas não posso fazer, nem ela nem outras 4 que estão passando pelos censores da ditadura cervejeira.

17 comentários:

Christiano disse...

Alexandre,
realmente esse entrave burocrático só atrasa o crescimento da nossa cultara cervejeira.

Na verdade eu gostaria de dar-lhe os parabéns por suas cervejas e pela sua proximidade com o público que as consomem.
Vc, o Marcelo e o Falcone fazem um grande serviço de valorização da cultura cervejeira.
Infelizmente aqui no Rio de Janeiro eu não costumo encontrar sempre as cervejas da Bamberg. Se vc puder me indicar pontos de venda, de preferências supermercados ou distribuidoras, eu te agradeço.
Tb gostaria de saber se é possível visitar a fábrica da Bamberg.
Não desita amigo, o Brasil precisa de pessoas como vc.

Alexandre Bamberg disse...

Christiano

Muito obrigado pelos elogios, vi que vc mandou um email pelo Brejas, então vou aproveitar e responder por aqui, no Rio a distribuição da nossa cerveja é feita pela Balkonn (http://www.balkonnsab.com.br), por isso não sei os PDVs.
É possível visitar a fabrica, é só entrar em contato pelo email contato@cervejariabamberg.com.br e agendar, será um prazer em recebe-lo
Pode ficar tranquilo que desistir nunca.

Abraço

Christiano disse...

Valeu Alexandre, achei que tivesse dado erro a mensagem lá no Brejas.

Eu posso comprar diretamente com a Balkonn?

Vcs tb pensam em vender pela internet como a Eisenbahn faz pelo próprio site?

Abs.

Alexandre Bamberg disse...

Christiano

Pode comprar direto sim.
Quanto a venda pela internet, nós ja fazemos isto quando a região não tem nenhum distribuidor.

Abraço

Ivan Amorim disse...

Me ficou uma dúvida com relação a este post, para um leigo oque é água dura e água levemente dura?! 35 a 45 IBU ?!
desculpe a ignorância Alexandre..
Mais esse post ficou muito legal!

Alexandre Bamberg disse...

Ivan

Desculpe de eu não ter explicado.
Água dura, são águas com altos teores de sais, como carbonatos e bicarbonatos, para você ter uma idéia a água da cidade de Munich tem mais de 130ppm de dureza total, ou seja, da soma destes sais, já a água da cidade de Pilsen é abaixo de 30ppm de dureza total, é muito raro isto.
Quanto ao IBU, é uma unidade que mede o amargor da cerveja International Bitterness Unit, para vc ter idéia a cerveja clara comercial brasileira tem por volta de 8 IBU, as americanas 16 IBU, vc viu as alemãs e tchecas, são mais alto.
excelente pergunta, renderia um post.
Se ainda tiver alguma dúvida é só perguntar.

Abraço

Germano Jaeschke Schneider disse...

Alexandre.

Em relação à "dureza" da água, existe algum estilo que se sobressaia quando feita com uma água com altos teores de sais?

Alexandre Bamberg disse...

Germano

As cervejas de Munich tem caracteristicas que a água dão a elas, acho que elas ganham muito com a água de lá, mas o exemplo clássico são as IPA a água de Burton tem muito sais, por isso essas cervejas são bastante amarga e seca.
Vale ressaltar que qualquer cervejaria consegue trabalhar na água e deixar como ela quiser, tirando e colocando sais, isso é comum nas grandes e médias.

Abraço

Drapen disse...

Parabéns pelo trabalho, estamos esperando ansiosamente pela Helles e (principalmente) pela weizenbock.
Finalmente consegui achar as Bamberg aqui em Brasília, se percebe na hora a qualidade da cerveja, de primeira.

Alexandre Bamberg disse...

Drapen

Obrigado pelos elogios. Que bom que a Bamberg chegou em Brasília, muitas pessoas mandavam email pedindo aí.

Abraço.

Franklin disse...

Realmente surpreendente a relação de vocês com os consumidores, tirando duvidas e até agradecendo elogios, e isso provavelmente faz vocês terem ainda mais prazer em produzir essa cerveja com sabor inigualável. Só estou me sentindo mau por morar tão perto e nunca ter agendado uma visita, mas isso ocorrerá o mais breve possivel. Um grande abraço a todos que participam do processo de produção dessa maravilha de cerveja
Franklin bilbueno

Alexandre Bamberg disse...

Franklin

Será um prazer em recebe-lo aqui na Bamberg.
É meu dever responder todas as dúvidas de nossos consumidores, respondo a todos com prazer.
Obrigado pelos elogios.

Phil disse...

Agora a polêmica: Pra mim as Pilsen nacionais são muito mais próximas do estilo Helles do que do estilo Pilsen. Digo isso basicamente pelo fato do amargor da Helles ser de 15 IBU, bem mais próximo das Pilsen brasileiras, e que em minha opinião é o fator primordial na comparação entre os estilos. A cor de ambos os estilos é praticamente a mesma e a Helles ainda tem como característica ser uma cerveja bem mais voltada pro malte do que a pilsen, que apresenta aroma e sabor característicos de lúpulos nobres. Sim, a helles também apresenta aromas e sabores de lúpulos, porém muito mais restringido do que a Pilsen.

The Scientist disse...

Eu sei que o meu comentário tá atrasado, mas é que acabei de provar a Helles de vocês, que eu comprei no Beer Code, em Porto Alegre. Enfim, gostei muito da Helles, ótimo equilíbrio entre o sabor do malte e o do lúpulo. Já havia provado a Rauchbier, cheia de louros e glórias, mas, tenho que admitir, como grande apreciador das cervejas claras, prefiro a Helles. Aliás, aqui no sul, a grande maioria das artesanais é composta pelas claras, como a Abadessa Helles, por exemplo. Enfim, parabéns, e continuem o ótimo trabalho!

Jack Montilla disse...

"Faz um ano que minha receita da Bamberg Helles esta pronta, mas não posso fazer,"
Lamentável e chega a ser revoltante esta situação aqui no Brasil, onde as cervejas de verdade são vetadas sem pudor.

Erich Belfort disse...

Amigo, qual que era o entrave burocrático que impedia o lançamento da helles de vocês?

Paulo Pinho disse...

Bacana gostei deste estilo nunca fiz uma dessas gostaria de arriscar dazer uma vc tem uma receita basica para fazer uma helles