sexta-feira, 26 de novembro de 2010

E nasce a St. Michael.

Como todo mundo sabe teremos uma cerveja comemorativa para o aniversário de 5 anos da Bamberg, é a já comentada weizenbock dunkel que maturou 6 meses em barris de carvalho francês, feito dry hop e refermentada em garrafa com fermento de champagne, o nome dela até então seria Bamberg Uber Alles, seria, pois tivemos um contra-tempo com ele.


Fazendo o curso de sommelier de cerveja comentei sobre a cerveja com meu amigo Schumacher, da cervejaria gaúcha Abadessa, foi então que ele me alertou sobre a negatividade da frase Uber Alles, pois ela é ligada ao nazismo, dai entrei em contato com meus amigos alemães da Weyermann e eles também me confirmaram isto.

Diante desta constatação não resta dúvida o nome caiu, pois convivendo na Alemanha como venho fazendo sei que isto não reflete a opinião deles, nem a da Cervejaria Bamberg, banimos (nós e os Alemães) qualquer manifestação de intolerância, seja ela racial, religiosa, social, sexual, etc.

E o novo nome será St. Michael, em homenagem ao mosteiro que produziu a primeira cerveja na cidade de Bamberg a quase mil anos atrás.

Contarei mais detalhes sobre a história deste local, mas agora preciso voltar a prestar atenção no curso que estou fazendo, pois escrevo durante o treinamento de off flavors do I Curso de Sommelier de Cervejas.

2 comentários:

Cerveja disse...

Que coisa heim Alexandre, no meio da aula escrevendo posts....rs
Então concordo com a queda do Muro, ops...do nome, cerveja tem que lembrar ótimas coisas.

Pena eu nao poder participar da festa..Brasilia é MUITO longe de Votorantim e tb nem sei se será aberta a curiosas como eu ahahha

Abraço,
Alessandra
@cervejaeesmalte

Alexandre Bamberg disse...

Alessandra,

Seria um prazer te-la aqui na nossa festa, quem sabe no ano que vem voce aparece por aqui pra fazer uma visita pra nós.

Abraço