terça-feira, 28 de dezembro de 2010

Que pena 2010 acabou, então venha 2011.

2010 nem acabou e já estamos sentindo saudades, foi um ano fantástico para a Bamberg, caminhamos em direção a boa cerveja.


Logo no começo do ano, em fevereiro, a revista Prazeres da Mesa elegeu a Bamberg Rauchbier como a segunda melhor cerveja a venda no Brasil entre as nacionais e importadas, esta mesma cerveja que em março iria ser citada no livro 1001 Beers you must taste before you die.

Em abril vivemos um momento histórico, junto com nossos parceiros da Falke e Colorado fizemos a Primeira Caravana da Cerveja Rara, um ônibus andando em São Paulo em busca de cervejas especiais.

Em maio fiz minha primeira receita de Doppelstick, que ainda esta maturando em barris de carvalho e promete uma surpresa para 2011, também neste mês ganhamos mais 3 medalhas internacionais, prata com a Bamberg Rauchbier e dois bronzes com a München e Schwarzbier todos no Australian International Beer Awards.


Em junho trocamos nossos rótulos por um design mais moderno, neste mês também tive a honra de participar como jurado do World Beer Awards, na Inglaterra, aproveitei a estadia neste país pra visitar a raiz das Indian Pale Ale, a cidade de Burton upon Trent.

Em julho tivemos o prazer em realizar o I Concurso Paulista de Cervejas Caseiras e Festival de Inverno, em parceria com a Acerva Paulista um evento fantástico, mas a maior alegria do mês foi outra medalha que a Bamberg Rauchbier ganhou, desta vez foi de ouro no World Beer Awards, na Inglaterra, sim aquele mesmo que eu fui júri, mas nem cheguei perto do julgamento da categoria dela.

Agosto chegou no mercado nossa Bamberg Helles, uma cerveja que eu sempre quis fazer e posso dizer que atingi meu objetivo, ela é o que eu queria fazer.

Setembro foi um marco importante, pois meu amigo Fábio Rubira, da Rádio Usp, me convidou pra fazer o programa De Bamberg a Votorantim, falar sobre cerveja semanalmente, apanhei um pouco no começo, mas acho que ta melhorando a cada programa.


Outubro foi um mês muito agitado, visitei pela primeira vez a Oktoberfest em Munich, imperdível, na mesma viajem, tive o prazer em ser recebido pelo prefeito da cidade de Bamberg, de volta ao Brasil participei do I Curso de Cervejas Especiais promovido pela maltaria Agrária e ministrado pelo Oliver Honsel (Weyermann) e no caminho de Guarapuava pra Votorantim, recebi a notícia que a Bamberg ganhava mais dois ouros, com a Rauch e com a Schwarz, no Mondial de La Biere, na França.

Terminamos o ano bem, me formei Sommelier de Cervejas, pela Doemens e comemoramos os 5 anos da Bamberg com uma festa fantástica e com o lançamento da Bamberg St Michael, que cerveja.

Já deu pra perceber que se quisermos repetir todos estes feitos em 2011 teremos muito trabalho, mas não faz mal, vamos tentar.

Feliz Ano Novo a todos.

5 comentários:

Fabio disse...

Parabéns Alexandre, pelo seu trabalho e de sua equipe. Vocês só estão colhendo os frutos de um bom trabalho. Que venham mais prêmios para sua excelente cerveja.

Abraços,

Fabio Freitas

Bia disse...

"Deus ajuda quem cedo madruga"!!!Um 2011 cheio de ainda mais realizações para vocês, foi um prazer conhece-los!
Um beijo

Christoph Suwelack disse...

Nossos parabéns por todos as conquistas em 2010.

Equipe Bamberg Express Campinas

Monich disse...

Que venha 2011!!
Será que dá para ser melhor???
Muita saúde e boas cervejas.

Alexandre Bamberg disse...

Fábio,

Obrigado pelos elogios, abraço.

Bia,

Pra nós tb foi um prazer conhece-la, abraço.

Christoph, valeu, estamos juntos.

MOnich,

Prometo que vamos fazer o máximo pra que 2011 seja igual ou melhor. Abraço.