segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

Bamberg Kölsch - parte 1.



Nos dois primeiros anos da Bamberg nós tínhamos a nossa Kölsch, depois parei de fazer, não sei explicar o porquê, mas desde o ano passado estava com vontade de fazê-la novamente.
A receita antiga tinha perdido, não sou muito apegado as receitas, prefiro guardar na cabeça as características da cerveja, daí fica fácil fazer novamente, mesmo sem ter  os números anterior.
A cidade de Colônia tem um dos Carnavais mais importante do mundo, com desfile de rua, batucada, gente fantasiada, claro que tudo isso com a temperatura abaixo de 5°C, foi então que surgiu a idéia de fazer a cerveja de Colônia no período do Carnaval. Além deste fato, a Kölsch é uma cerveja ideal para ser bebida no calor, se a festa pagã deles é no inverno, a nossa é no verão e a cerveja irá nos refrescar e muito.
Já experimentei o Carnaval de Colônia e todas as Kölsch fabricadas dentro da cidade, muitas delas são bastante comercial, quase como as lagers fabricada pelas grandes cervejarias, mas algumas ainda mantém a cerveja como no passado, corpo leve, pouco frutado, malte sutil e lúpulo perceptível, uma cerveja única.
Devemos lembrar que a 50 km de Colônia esta Dusseldorf, conhecida pela Altbier, podemos dizer que a Kölsch, a grosso modo, é uma versão clara da Altbier, por isso, suas características são mais sutis. As duas cidades alimentam uma rivalidade, Dusseldorf no passado pertencia a Colônia, hoje são duas grandes cidades, mas é impossível que uma cervejaria em Colônia produza a Altbier e uma cervejaria em Dusseldorf produza a Kölsch, a rivalidade chegou até na cerveja.
Já havia escrito um pouco sobre esta rivalidade:
Para fazer a Bamberg Kölsch eu me inspirei nas pequenas cervejarias de Colônia,depois de experimentá-las in loco, busquei na literatura a Kölsch tradicional e daí procurei interpretar o estilo. A cerveja ainda esta maturando, mas já posso adiantar que ela ficou excelente.
Na semana que vem eu vou falar mais sobre a Bamberg Kölsch, as características sensoriais dela e apresentar o novo rótulo que esta muito legal.

4 comentários:

Daniel Conde Perez disse...

Obaaa! Mais uma cervejinha de verdade para gente curtir o verão brazuka.

Fazer um combo de Kolsch, Helles e Camila para mandar o calor embora em grande estilo.

Alexandre Bazzo disse...

Daniel, esse combo não a verão que resista, é pra refrescar mesmo. Valeu, abraço.

João Gabriel Margutti Amstalden disse...

Kolsch é um estilo interessante, eles mescla características lagers e ales e tem um apelinho pro círico. Tomara que venha com o selo de qualidade Bamberg!

hahahaha

abraço

Panela de Malte

Alexandre Bazzo disse...

João,

É isso mesmo. Valeu